O surf é sem dúvidas um dos esportes mais intensos no planeta. Surfar à noite acrescenta outra dimensão fantástica ao esporte, potencializando prazer e perigo, além de amplificar os sentidos e provocar uma conexão ao mar de um jeito ainda mais profundo que durante o dia.

Diante desse cenário desafiador e emocionante, algumas dicas são importantes para aproveitar essa experiência de forma mais profunda.

1. Use seus sentidos

Remar em direção à escuridão do oceano é uma experiência catártica.

Na luz do dia, o approach das ondas acontece através de uma análise visual, o mais breve dos olhares te diz tudo o que você precisa saber sobre o turbilhão de água que se aproxima. No entanto, com a ausência de luz o processo solicita sentidos normalmente subutilizados.

O som de água correndo anuncia a chegada de uma onda quebrada, dando pistas (mas não respostas definitivas) sobre o seu tamanho. Durante a noite, tudo parece mover-se muito mais lentamente; é como se o próprio mar estivesse se sentindo letárgico com o pensamento de ter que continuar a monotonia de mandar ondas para a costa.

2. Escolha um bom surf spot

Já é complicado obter um bom surf spot em plena luz do dia, e é ainda mais difícil no meio da noite, quando você não pode realmente enxergar em uma distância muito grande e de forma clara. Portanto, procure surfar em áreas onde você está intimamente familiarizado com a onda.

Aqui no Rio, a praia do Arpoador é sem dúvidas um dos melhores e mais tradicionais picos de surf da cidade. Desde o final da década de 80, refletores de energia iluminam o local, o que aumenta a visibilidade noturna e torna surfar à noite uma aventura mais segura. O período de melhores ondas vai de abril a outubro.

3. Utilize a lua cheia e outras fontes de luz

A noite clara iluminada pela lua cheia é o suficiente para ver outros surfistas, ondas que se aproximam e ficar atento sobre os perigos do mar.

Além disso, surfar sob a magia e mistério de uma lua cheia é também uma experiência encantadora. No entanto, na ausência da lua cheia ou de edifícios bem iluminados, você pode usar fontes de luz artificial, como faróis de carros, lâmpadas LED e tubos fluorescentes, apenas para mencionar alguns. Estes irão lhe fornecer a luz adequada para detectar as próximas ondas.

4. Surf suave, ondas previsíveis

Decidir o quão longe ir é um desafio.

Todo o seu corpo está tenso em antecipação de uma maneira que não acontece durante o dia, os sentidos em alerta, prontos para agir rapidamente sobre a menor mudança em condições.

Surfar à noite definitivamente vai estender seus limites. Pouca luz faz as ondas parecem maiores e mais velozes, o que é assustador e absolutamente desafiador em comparação com o surf em plena luz do dia. Logo, não subestime o mar e drope apenas nas ondas compatíveis com a sua habilidade.

5. Não seja um lobo solitário

Uma das melhores coisas de praticar o night surfing é escapar das multidões durante o dia. Mas uma vez que navegar à noite é basicamente um exercício perigoso, estar junto com um parceiro ou seu grupo louco de amigos. Uma prancha perdida ou um leash arrebentado podem ser muitas vezes motivos para alarme, então ter um amigo ao redor vai ajudá-lo a manter a calma. Sem falar que ao surfar com os amigos, você está sempre compartilhando o que é um momento especial.

Comments

comments