Copacabana, Ipanema e Leblon são certamente as praias mais famosas do Rio de Janeiro. Mas você sabia que existem mais de 70 praias na cidade? E que algumas são tão escondidas que só é possível chegar a elas através de trilhas?

Não sabia? Pois elas existem.

Saiba mais sobre as praias perfeitas para quem quer sossego, tranquilidade e conhecer o litoral carioca muito além da badalada Zona Sul.

Joatinga

(Foto de capa) Ela fica localizada dentro de um condomínio no Joá, entre os bairros da Barra da Tijuca e São Conrado. Com uma faixa de areia de apenas 300 metros de extensão, a praia é bem pequena e a trilha de acesso não apresenta dificuldades – em dias úmidos, desça com cuidados pelas pedras.

Uma dica fundamental é dar uma checada na internet sobre a altura da maré antes de partir rumo à Joatinga: em dias de maré alta, o mar encobre praticamente toda a faixa de areia.

Prainha

O nome já diz tudo, né?

São só 150 metros de extensão de faixa de areia branquinha e limpa, que ficam situados entre o bairro do Recreio e Grumari, dentro de um parque de preservação ambiental – você pode aproveitar e fazer várias trilhas ecológicas incríveis nesse cenário coberto de Mata Atlântica. Se você curte surf, bodyboard, longboard… ondas de mais de 3 metros farão da Praia o pico perfeito para se aventurar.

Abricó

Desde a década de 70, freqüentadores utilizam a praia como point da prática naturista de maneira informal. Foi só em 2014 que a prefeitura sancionou lei oficializando o naturismo no local (é primeira e única da cidade do Rio de Janeiro).

A nudez só é considerada obrigatória em um trecho de 250 metros dos mais de 1 km de faixa de areia da praia, fazendo dela o lugar perfeito para entrar em um contato mais íntimo e livre com a natureza.

Praia do Perigoso

Para quem gosta de curtir a natureza em estado mais próximo do natural, mas sem envolver nudismo, a praia do Perigoso é o lugar perfeito.

Considerada uma praia selvagem, ou seja, sem qualquer intervenção humana a sua volta, seu acesso se dá através de uma trilha de 1,5 km que começa na praia de Guaratiba e corta um trecho de Mata Atlântica.

Ah, quer saber o motivo que faz a praia levar o sugestivo nome de “perigoso”? Segundo contam, é porque um homem ao fugir da prisão de Ilha Grande (uma espécie de Alcatraz brasileiro) acampou nela por bastante tempo.

Praia do Secreto

Na verdade, ela não possui faixa de areia, então talvez o mais correto fosse chamá-la de piscina. De qualquer maneira, ela fica entre a praia da Macumba e a Prainha, com 12 metros de extensão e um dos pores do sol mais fantásticos da cidade.

Algumas dicas importantes: a praia foi “descoberta” há dois anos, então ainda é possível desfrutar de sossego durante os dias de semana; tome cuidado com as pedras na chegada à praia, são muito escorregadias; e verificar as marés aqui é fundamental porque se elas estão muito altas é impossível entrar na praia, e se estão muito baixas, o local se resume a uma montanha de areia.